Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

A alimentação influencia na audição. Entenda!

A alimentação influencia na audição e certos alimentos ajudam as pessoas a envelhecer mais saudáveis.

Cafeína, açúcar, álcool, comidas muito gordurosas – e salgadas – podem prejudicar a sua audição. Você sabia disso?

A alimentação exerce grande influência sobre a sua saúde auditiva e certos hábitos alimentares saudáveis, quando adotados, podem até mesmo te auxiliar a envelhecer com uma boa qualidade auditiva. Acompanhe o conteúdo para entender melhor sobre essa relação!

Como a alimentação influencia na audição?

Qualquer organismo é afetado pelo excesso de gordura, açúcar e sódio. A má alimentação altera o metabolismo e prejudica o funcionamento de todo o corpo, repercutindo, inclusive, na saúde auditiva. 

Com o excesso de sal, as reações químicas que ocorrem entre os líquidos e as células presentes no nosso ouvido interno são perturbadas. Já a glicose em excesso no sangue dificulta a passagem de nutrientes para os ouvidos.

E, ainda, tanto o excesso de açúcar quanto o de sódio são responsáveis por degenerar as células auditivas mais rapidamente.

Tudo isso favorece o surgimento do zumbido no ouvido ou intensifica o ruído em pessoas que já sofrem com o problema.

Quais alimentos evitar?

Uma dieta rica em açúcar, com certeza, não é recomendada. 

Então, evite comer com frequência, e em grandes quantidades, doces, como sorvetes, chocolates, balas, e beber refrigerantes. O consumo desmedido deles pode ser extremamente prejudicial à saúde auditiva.

A cafeína e o álcool também alteram o funcionamento dos ouvidos. Essas substâncias são vasoconstritoras e levam à diminuição da irrigação do ouvido. Portanto, devem ser consumidas sem grandes excessos – e se possível, evitadas –, pois induzem o aparecimento do zumbido precoce e agravam o problema para quem já tem.

Evite também alimentos com alto índice de gordura saturada, pois eles aumentam o colesterol no sangue, o que dificulta a circulação sanguínea. Também, comidas muito salgadas, que favorecem o acúmulo de fluídos na região interna dos ouvidos.

O jejum prolongadopor mais de 3 horas também deve ser evitado. Essa prática pode  prejudicar a função auditiva, visto que favorece a sensação de pressão nas orelhas, além do zumbido e da tontura.

Alimentos benéficos para a saúde auditiva

Enquanto alguns alimentos prejudicam, outros contribuem para a preservação da saúde auditiva.

Alimentos como legumes, frutas, verduras, salmão, nozes, além de sementes e cereais integrais estimulam a audição. 

Por serem ricos em vitaminas, melhoram a circulação do sangue e o funcionamento dos nervos auditivos e, desta forma, são extremamente importantes para combater os efeitos do envelhecimento como,  por exemplo, a perda gradativa da audição.

Beber água com frequência também é um outro fator importante. O consumo da água auxilia no fluxo sanguíneo no ouvido interno, o que mantém as células nutridas.

 

Além da alimentação saudável, existem outras práticas que também podem ser adotadas para estimular a sua audição, saiba mais:

 5 dicas para estimular a audição no dia a dia

Se você tem escutado zumbidos ou está com dificuldades para ouvir em determinadas situações, leia também este outro artigo: Como saber se está perdendo a audição e alivie essa dúvida.

Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts