Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

Apneia do sono e perda de audição: Qual a relação entre ambos?

Apneia do sono e perda de audição: Qual a relação entre ambos?

Há  muito tempo desconfiava-se de alguma ligação entre a apneia do sono e a perda de audição. Recentemente, após pesquisas e amplas comparações, constatou-se uma estreita correspondência.

Possivelmente, essa síndrome obstrutiva do sono aumente o acúmulo de placas nos vasos sanguíneos, resultando em deficiências de regiões do cérebro que controlam a audição.

E não é só isso. A apneia do sono também pode provocar o probabilidade de aumento da hipertensão, riscos de ataques cardíacos, arritmia cardíaca, diabetes e obesidade.

Muito comum, estima-se que um entre cinco adultos sofra de apneia obstrutiva do sono. Trata-se de uma pausa involuntária na respiração durante o sono que, se não devidamente tratada, pode acarretar muitos problemas de saúde.

Apneia do sono e perda de audição

Baseados em vários estudos e estatísticas, pesquisadores perceberam que muitos pacientes que apresentavam uma perda de audição repentina e brusca, sofriam também, coincidentemente, de apneia do sono. Isso os levou a uma possível ligação entre ambas.

Outro resultado importante dessas pesquisas está ligado à constatação de que o número de homens que sofrem desse distúrbio é muito maior do que de mulheres. Provavelmente, em decorrência da maior duração da apneia do sono.

Este fato complica ainda mais o quadro. Porque a perda auditiva pode não ser diagnosticada de imediato, adiando assim o início do tratamento e, consequentemente, aumentando a gravidade do caso.        

Causas são variadas

Uma das causas da apneia do sono é o aumento da pressão arterial, levando à um aumento de insuficiência cardiovascular, à redução da vascularização cerebral e ainda, consequente e finalmente, à perda da audição.

Por se tratar de uma disfunção que pode ter origens e motivações variadas, a perda auditiva deve ser minuciosamente examinada. Muitas vezes o paciente já a adquiriu geneticamente ou devido ao aumento da idade. Ou por exposição demasiada à sons altos. Enfim, uma série de problemas a serem diagnosticados.

Mas, devido justamente às pesquisas citadas acima, não deve-se descartar um estudo profundo da qualidade de sono do paciente.

A inflamação vascular, provavelmente ocasionada pela apneia do sono, além de causar zumbidos no ouvido, certamente poderá ter relação com a perda da audição. Isto porque a inflamação está certamente interligada com a hipertensão e o diabetes, provavelmente por variações dos níveis de oxigênio.

O que fazer no caso de algum sintoma?

Existem alguns sintomas característicos da apneia do sono que ficam um pouco difícil de serem percebidos já que ocorrem durante o sono. São eles:

  • Sonolência durante o dia;
  • Dor de cabeça pela manhã;
  • Irritabilidade e instabilidade emocional;
  • Roncos e pausas respiratória durante a noite;
  • Azia e queimação no estômago;
  • Aumento da pressão arterial pela manhã.

Apresentando um ou mais desses sintomas, deve-se o quanto antes possível procurar ajuda médica. No caso, um otorrinolaringologista. O mesmo vale quando algum sintoma em relação à perda auditiva, seja ela moderada ou mais adiantada, seja sentida. O especialista vai diagnosticar o quanto antes a causa do problema.  

Os tratamentos para a perda auditiva variam caso a caso, incluindo-se ai o uso de aparelhos auditivos, cirurgias, etc. Com isso, se aumenta consideravelmente a qualidade de vida do paciente.

Leia sempre nossos artigos e nos acompanhe nas redes sociais, a partir de nosso site. Você poderá obter muitas outras informações a respeito!


Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts