Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

Deficiente auditivo pode dirigir? Descubra!

Deficiente auditivo pode dirigir? Descubra!

A deficiência auditiva é rodeada de mitos e incertezas, que incluem dúvidas médicas, direitos e até mesmo situações simples do cotidiano, como dirigir.

No post de hoje iremos tratar justamente dessa última questão: será que o deficiente auditivo pode dirigir? Para saber a resposta, acompanhe o conteúdo!

Deficiente auditivo pode dirigir ou não?

O principal sentido exigido para quem vai dirigir é a visão, desta forma, a pessoa que possui deficiência auditiva pode sim obter a carteira de habilitação.  

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem atualmente no Brasil cerca de 10 mil motoristas com deficiência auditiva.

Mas apesar desse número alto, poucos desses deficientes realmente possuem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Esse motivo pode ser por desinformação, medo de não conseguir e até mesmo falta de incentivo de pessoas próximas.

O que é necessário para tirar a carteira?

Apesar de ser permitido a CNH para deficientes auditivos, é necessário que o motorista utilize um adesivo no veículo (com o símbolo internacional de surdez).

Essa é uma exigência do DETRAN, porém é pouco conhecida.

Este símbolo serve como um alerta para os demais motoristas, para que compreendam que o condutor do carro é um portador de deficiência auditiva, o que garante mais segurança para ambas as partes.

O que levar ao DETRAN para tirar a CNH?

É indispensável levar ao DETRAN um laudo médico especificando a deficiência auditiva, no caso, um exame audiométrico com um laudo pode ser suficiente.

Para ter a permissão, além do exame psicotécnico, é realizado um exame médico feito pela Comissão de Exames Especiais do DETRAN, para saber se existe a necessidade de algum tipo de adaptação no carro e para verificar se a categoria pretendida pode ser concedida ao candidato.

Após a aprovação do exame psicotécnico e médico o processo pode continuar.  

Onde utilizar o adesivo?

O adesivo pode ser fixado na parte traseira do carro, assim é possível compreender que qualquer solicitação (como mudança de faixa, por exemplo) deve ser feita por meio dos faróis e nunca com a buzina.
Na parte da frente do carro é usual para facilitar a identificação por agentes de trânsito.

A Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis) informa como obter o adesivo. Acesse o conteúdo para saber mais.

Informações relevantes

  • Para ser considerado o processo para um surdo, o portador deve possuir deficiência auditiva igual ou superior a 40 debicais e só pode dirigir nas categorias A e B;
  • Durante a prova teórica, o candidato pode contar com o auxílio de intérprete leigo (que pode ser um familiar ou um amigo) ou oficial durante o exame, avaliação e aulas práticas, para facilitar a comunicação e o entendimento do candidato;
  • Verifique se a autoescola possui funcionários que se comunicam em LIBRAS para orientar o condutor;
  • A parte prática é feita em uma banca especial onde os portadores de diferentes tipos de deficiência realizam a prova.

O deficiente auditivo pode dirigir sim, mas é importante contar com o apoio e o incentivo dos familiares. A inclusão é essencial e ajuda na autonomia do portador.

Para cuidar da saúde auditiva com profissionais especializados, agende sua consulta na AudioFisa.

 

Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts