Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

Tímpano perfurado: o que fazer nesse caso?

Tímpano perfurado: o que fazer nesse caso?

É muito normal que grande parte das pessoas acreditem que o tímpano é responsável pela audição no ouvido interno. Essa informação não é verdadeira.

Mas isso não quer dizer que a perfuração do tímpano deve ser deixada de lado. Coceira no ouvido, dor e audição diminuída são apenas alguns dos incômodos após o tímpano perfurado.

Para entender como acontece e quais são as possíveis causas, prossiga com a leitura!

O que é o tímpano?

Antes de mais nada, é fundamental entender bem o que é o tímpano e qual a sua função.

O tímpano, nada mais é do que uma membrana fina e semitransparente. Apresenta uma forma circular e se encerra dentro do conduto auditivo externo. Seu tamanho é de aproximadamente 10 milímetros de largura.

É conectado ao músculo tensor timpânico, que frequentemente o puxa para dentro do canal. Isso faz com que a membrana vibre quando a superfície entra em contato com a onda sonora.

Para que serve o tímpano?

Ele serve para proteger o ouvido interno a exposição de alguns ruídos, sendo eles altos e graves.

Além dessa função de proteção, ele também ajuda a concentração da audição, já que mascara alguns ruídos graves para que a concentração aconteça em sons agudos.

E o tímpano perfurado, o que é?

Como o próprio nome já diz, é quando a membrana do tímpano que separa a orelha externa da orelha média é danificada.

É um problema que tem diversas causas distintas, como você vai acompanhar ao longo do conteúdo.

Quais são as causas?

As principais causas de perfuração no tímpano:

  • Inserção de objetivos no ouvido, como hastes flexíveis, por exemplo;
  • Traumatismo craniano;
  • Ruídos extremamente altos;
  • Golpes ou quedas, onde há lesão na região do ouvido;
  • Lesões causadas por pressão no ouvido, como um mergulho, por exemplo.

E quais são os sintomas?

No momento da perfuração a pessoa pode sentir dor intensa. Além disso, pode ocorrer:

  • Coceira no ouvido;
  • Corrimento pelo ouvido;
  • Diminuição da audição que pode ser de leve a mais grave (varia de cada caso);
  • Sangramento pelo ouvido;
  • Zumbido no ouvido;
  • Em alguns casos pode haver vertigem.

O tímpano perfurou. E agora?

Ao notar qualquer um dos sintomas citados, é fundamental buscar acompanhamento médico especializado para tratar o problema.

Para tratar o tímpano perfurado, é necessário primeiramente tratar a otite. Isso acontece já que o tímpano é uma barreira de proteção para o ouvido e o rompimento favorece a entrada de bactérias e sujeira.

Se for constatado pelo médico sinais de infecção ou doenças, será feita a prescrição de antibióticos. Nesses casos, é muito comum dor intensa no local e, por isso, analgésicos também são receitados.

É importantíssimo ressaltar que a medicação deve ser informada por um profissional.
Nunca busque remédios ou receitas de internet para tratar o problema.

O médico pode indicar cirurgia?

Em alguns casos, é comum a indicação da cirurgia para resolver o problema. Geralmente, acontece quando a membrana não é regenerada após o tratamento (e após 2 meses do rompimento).

A cirurgia também pode ser indicada em casos que além da perfuração a pessoa apresenta fratura ou comprometimento dos ossos que formam o ouvido, o que é mais comum quando há alguma pancada ou acidente.

Cuidados para evitar a perfuração do tímpano

Para evitar o problema, alguns cuidados podem ser tomados como evitar exposição a sons muito altos e enfiar objetos nos ouvidos.

Lembre-se que ao notar qualquer mudança, seja relacionada ao tímpano perfurado ou não, procure

acompanhamento médico.

Se esse conteúdo foi útil para você, compartilhe nas suas redes sociais e informe amigos e familiares. Conte com a AudioFisa.

 

Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts