Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

Você sabia? 5 curiosidades sobre a audição humana

Dentre as curiosidades, você sabia que uma mulher esteve sob a suspeita de não escutar mais vozes de homens? Ou que quem “ouve”, na verdade, não é o ouvido?

Outra coisa: tenho certeza que sabe que o maior osso do corpo humano é o fêmur, certo? Mas e o menor, sabe dizer qual é?

Se você quer saber as respostas para essas perguntas, continue lendo este artigo, pois vamos te revelar 5 curiosidades sobre a audição humana. Confira!

5 curiosidades sobre a audição humana

Antes de tudo, vamos esclarecer essa história da mulher que não escutava mais vozes de homens. Isso é verdade mesmo?

O que aconteceu foi que, um dia, uma chinesa acordou sem conseguir escutar a voz do namorado, o que repercutiu em diversos portais de notícia.

Ao chegar no hospital, foi constatado que, na verdade, a mulher sofria de uma condição rara no ouvido chamada perda auditiva de baixa frequência — ou inclinação invertida.

Esse tipo de perda auditiva faz com que uma pessoa só consiga ouvir sons em altas frequências. E por que a chinesa não conseguia escutar vozes de homens? Simples: pois a frequência da voz masculina é menor que a da voz feminina.  

Para se ter uma ideia, a voz deles varia entre 80Hz e 150 Hz (sendo Hz, ou hertz, a unidade de medida de frequência de sons), enquanto a delas varia de 150 Hz a 250 Hz. Curioso, não é?

Agora que já entendeu toda a história, saiba outras 5 curiosidades sobre a audição humana abaixo.

1. A audição é o primeiro sentido a se desenvolver

Você sabia dessa? Dentre os nossos 5 sentidos, a audição é o primeiro a se desenvolver na gestação. Com aproximadamente 16 semanas de gravidez, o bebê já é capaz de escutar, inclusive a voz da mãe. Por isso é comum que, quando o bebê está muito agitado na barriga, a mãe coloque alguma música ou melodia, como forma de tentar acalmá-lo.

2. Quem “ouve” os sons é o cérebro

Essa é uma curiosidade bem interessante, pois nos faz entender um pouco melhor sobre o funcionamento da nossa audição. Quem “ouve”, na verdade, é o cérebro e não o ouvido.

O que isso significa? Que o ouvido tem a função de apenas captar os sons e transmiti-los ao cérebro. No final, é ele que de fato “ouve”, isto é, interpreta e entende os sons que ouvimos. Entendeu?

3. A cera é benéfica para o ouvido

Você sabia que a cera do ouvido é extremamente benéfica para a nossa audição? Não é uma sujeira, mas sim uma proteção natural do ouvido. Ela nos protege contra infecções, bactérias e fungos.

4. O ouvido tem o menor osso do corpo humano

É no ouvido que se encontra o menor osso do corpo humano: o estribo, com cerca de 3 milímetros. Ele é responsável por transmitir o som captado do exterior até as terminações nervosas do ouvido e, caso seja rompido ou danificado de alguma forma, a audição fica muito prejudicada.

5. Zumbido no ouvido é mais comum do que parece

Você com certeza já deve ter sentido um certo incômodo no ouvido, em algum momento da vida, semelhante ao barulho de uma abelha, chiado ou panela de pressão. Trata-se do zumbido, que é um problema mais comum e recorrente do que parece.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o zumbido no ouvido afeta cerca de 280 milhões de pessoas em todo o mundo. E, somente no Brasil, o problema afeta mais de 40 milhões de pessoas, segundo a Associação de Pesquisa Interdisciplinar e Divulgação do Zumbido (APIDIZ).

Mas atenção: mesmo que comum, o zumbido pode ser um alerta para outros problemas mais sérios.

Lembra do caso da chinesa que sofria de uma perda auditiva rara e acordou sem ouvir a voz do namorado? Esse é um bom exemplo da relação entre o zumbido e a perda de audição: no dia anterior, antes de dormir, a mulher estava sentindo um zumbido no ouvido.

Além da perda auditiva, o zumbido também pode estar ligado a problemas metabólicos, de circulação, de colesterol, a alterações hormonais, dentre outras causas.

Conheça as possíveis causas do zumbido neste outro artigo

E aí, você conhece alguma outra curiosidade? Compartilha com a gente! 😉

Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts