Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

5 dicas para ajudar alguém com perda auditiva

Tem alguém próximo, um amigo ou familiar, que está com dificuldades para ouvir?

Essa pessoa pede constantemente para você repetir o que acabou de falar, assiste TV ou ouve rádio em volumes mais altos do que o normal?

Então, atenção, pois esses são sinais característicos de perda auditiva.

Para ajudar essa pessoa, o seu apoio será fundamental!

Confira abaixo 5 dicas de como você pode colaborar mais com a vida de quem possui perda auditiva em seu dia a dia.

Como ajudar alguém com perda de audição?

Cuidado com a linguagem

Como devo chamar alguém com perda auditiva? Como me referir a ele? Ele pode se ofender com alguma palavra que eu usar?

Na dúvida, pergunte a ele como prefere ser tratado em relação à sua perda auditiva.

Existem algumas pessoas que não gostam de serem chamadas de deficientes auditivas ou de surdas, por exemplo.

Portanto, cuidado com esses termos e busque sempre respeitar a pessoa conforme suas necessidades expressas.

Coloque-se no lugar da pessoa e imagine se fosse com você

Você já se imaginou parando de ouvir os sons a sua volta pouco a pouco? De repente, o telefone e a campainha tocam e você não mais escuta. As pessoas te chamam e você as ignora sem qualquer intenção. Os ruídos de fundo, como barulhos de trânsito, músicas, chuva ou um ventilador ligado te confundem e te fazem perder o foco da fala de outras pessoas.

Como será viver assim?

Pois saiba que é por isso que o seu familiar ou amigo está passando.

Entender essas situações e, principalmente, ser empático com elas, é o primeiro passo para contribuir com o dia a dia de deficientes auditivos.

Uma dica é sempre perguntar no que você pode ajudar para facilitar que a comunicação entre vocês seja efetiva.

Envolva amigos próximos e familiares

É importante que o paciente com perda auditiva sinta que está rodeado de pessoas que querem o seu melhor e que estão à disposição para ajudá-lo em suas limitações.

Por isso, se não for inconveniente, converse com os amigos mais próximos e envolva toda a família nessa ação.

O período de adaptação de quem recebe o diagnóstico de perda auditiva pode ser difícil e, por isso, será muito importante contar com o estímulo do máximo de pessoas possível.

Estimule-o a aceitar e reconhecer a perda auditiva

O principal desafio de quem está com dificuldade para ouvir é, justamente, aceitar e reconhecer a sua perda auditiva.

Muitas vezes, os pacientes negam a própria condição e se recusam a buscar um auxílio médico. Isso pode acontecer devido a diversos fatores, como vergonha, preconceito ou dificuldade de se adaptar à nova rotina.

Diante desse cenário, converse com a pessoa com a finalidade de quebrar com as suas possíveis objeções. É indispensável que ela busque por um tratamento para o seu caso e você deve estimulá-la para isso.

Ajude a procurar tratamento

Esse é um passo essencial para que a pessoa com perda auditiva recupere sua qualidade de vida e de comunicação com o mundo e não desenvolva possíveis complicações de uma perda auditiva não tratada.

Saiba mais em:

Os malefícios de não cuidar da perda auditiva

Então, seja o empurrãozinho que ela está precisando para começar o tratamento. Mostre o quanto isso é importante e o como vai melhorar a sua vida!

O recomendado é buscar ajuda médica com um otorrinolaringologista, para que ele possa avaliar a capacidade de ouvir com os exames certos, oferecer um diagnóstico preciso do grau de perda auditiva e orientar qual a melhor forma de tratamento.

Em geral, o indicado é o uso de aparelhos auditivos, que costumam ser suficientes para devolver a capacidade de ouvir ao paciente.

5 benefícios do aparelho auditivo para o dia a dia!

Dicas para se comunicar melhor com quem tem algum grau de perda auditiva

Uma das principais dificuldades que existe na relação com alguém com perda auditiva é a comunicação.

Por isso, confira abaixo algumas dicas que vão ajudá-lo a se comunicar de maneira respeitosa e adequada nesses casos:

  • Busque sempre obter a atenção da pessoa enquanto estiver falando com ela, chamando-a pelo nome e mantendo o contato visual sempre;
  • Evite gritar e procure falar da forma mais natural possível, pausadamente, sendo direto no que for dizer;
  • Quando ela pedir para que repita algo que falou, tente reformular a frase e evite repetir exatamente o que disse;
  • Sempre que possível, converse de frente para ela e olhando em seus olhos, fazendo gestos (de forma natural) para que a comunicação seja mais clara.

Agora que já sabe como lidar melhor com quem tem perda auditiva, o que acha de ajudá-lo a entender mais sobre a sua condição? Baixe agora mesmo o E-Book gratuito “Tipos mais comuns de Perda Auditiva e como identificá-las”!

Os-tipos-mais-comuns-de-deficiência-auditiva-e-como-identificá-las
Os tipos mais comuns de deficiência auditiva e como identificá-las

Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts