Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

6 cuidados na limpeza dos ouvidos

cuidados-na-limpeza-dos-ouvidos

Sabia que você pode estar fazendo a limpeza dos seus ouvidos de maneira inadequada?

Se você usa cotonetes, por exemplo, está oferecendo sérios riscos para a sua audição, já que todo o canal auditivo é extremamente sensível, o que exige um pouco mais de cautela na hora de fazer a higienização.

Quer entender mais o porquê do cotonete ser um grande vilão e aprender outros cuidados que deve ter ao limpar o seu ouvido? Então, continue lendo este artigo.

São cuidados básicos mas que, sem dúvidas, farão a diferença para a sua saúde auditiva!

Cuidados básicos na hora de limpar os ouvidos

1) Não utilize cotonetes

Mesmo com aquela pequena quantidade de algodão nas pontas, utilizar cotonetes para limpar o ouvido pode perfurar o tímpano e prejudicar a sua audição.

Além disso, eles podem acabar empurrando a cera de ouvido para dentro do ouvido, causando a obstrução do canal auditivo.

Por isso, na hora de fazer a higienização, use toalha, papel higiênico ou um pano úmido e quente.

E, outra recomendação: não force a limpeza. Vá apenas até onde o seu dedo conseguir alcançar, ok?

Saiba mais em:

Por que não usar hastes flexíveis para limpar os ouvidos?

2) Não retire toda a cera do ouvido

Esse também é um cuidado básico, mas que poucas pessoas têm consciência.

A cera do ouvido é extremamente benéfica para a proteção da saúde auditiva. Você já imaginava?

Ela funciona como uma barreira contra sujeiras e impurezas, bactérias, fungos e outras partículas que podem prejudicar a sua audição.

Além disso, também ajuda a evitar o ressecamento do canal auditivo.

Por isso, ao fazer a limpeza dos seus ouvidos, retire apenas o excesso de cera.

3) Não coloque líquidos na região por conta própria

Há, também, aquelas pessoas que tentam limpar o ouvido com a ajuda de algum líquido, principalmente a água do chuveiro na hora do banho. Se você faz isso, pare imediatamente!

O recomendado é não inserir nenhum tipo de líquido dentro do ouvido, para não prejudicar o canal auditivo.

Existem, sim, soluções e substâncias específicas para esse tipo de higienização, mas que devem ser prescritas por um médico em casos específicos.

O que nos leva para o próximo cuidado abaixo.

5) Não utilize remédios caseiros ou receitas sem prescrição médica

Se você tiver que aplicar algo na região, fora o que recomendamos lá em cima para a limpeza regular, isso deve ser prescrito por um otorrinolaringologista.

Usar remédios ou receitas caseiras, ou ainda a indicação de algum amigo/conhecido, pode acabar piorando a situação ao invés de ajudar — e não só no ouvido, como no corpo todo.

Cada caso é único e necessita da orientação de um profissional para dar a solução correta e mais efetiva.

4) Não limpe seus ouvidos todos os dias

Essa orientação tem ligação direta com o que falamos sobre a importância da cera do ouvido para a saúde do ouvido.

Ao limpar o ouvido diariamente, irá acabar removendo essa proteção natural do corpo.

Por isso, considere fazer a limpeza da parte mais interna do ouvido em, pelo menos, dias alternados (a parte externa da orelha pode ser limpada regularmente, sem problemas).

6) Faça a higiene após o banho

O melhor momento do dia para fazer a limpeza do ouvido é depois do banho. Nessa hora, a umidade do chuveiro deixa a cera mais leve e mole, o que facilita tirar o excesso sem muitos problemas.

Consequências da limpeza incorreta dos ouvidos

É importante reforçar o quanto essa higiene inadequada pode ser prejudicial para a audição. Então, se você identificou que faz algo de errado ao limpar os seus ouvidos, atenção.

A obstrução do canal auditivo com a cera do ouvido ou, ainda, a perfuração do tímpano por conta do uso de cotonetes, podem causar casos de perda de audição.

Além disso, todo esse quadro pode resultar em infecções no ouvido e, até mesmo, em uma ruptura do tímpano ou perda total da capacidade de ouvir.

Então, se estiver com sintomas, como dor no ouvido, zumbido, ou tendo dificuldades para ouvir, procure um otorrinolaringologista o mais rápido possível.

Sinais de perda auditiva: entenda quais são.

Somente uma avaliação profissional pode identificar qual é exatamente o seu problema e oferecer um diagnóstico preciso, com a solução mais adequada para o seu caso.

Leia também: Os malefícios de não cuidar da sua perda auditiva.

Os-tipos-mais-comuns-de-deficiência-auditiva-e-como-identificá-las
Os tipos mais comuns de deficiência auditiva e como identificá-las

 

Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts