Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

6 principais dificuldades de deficientes auditivos no trabalho

dificuldades-de-deficientes-auditivos-no-trabalho

Para muitos deficientes auditivos o trabalho ainda é um desafio do dia a dia, mesmo com a evolução das políticas trabalhistas e inclusivas do Brasil.

Pensando nisso, separamos as 6 principais dificuldades que deficientes auditivos enfrentam todos os dias no trabalho. Será que você já passou pelas mesmas situações?

Também damos orientações de como superá-las ao final do artigo. Confira!

Saiba mais: 5 vantagens do aparelho auditivo para quem trabalha

Perda auditiva leve: preciso tratar?

6 desafios dos deficientes auditivos no trabalho

Preconceito

Essa é, sem dúvidas, a maior barreira que deficientes auditivos enfrentam no trabalho. Por sofrerem com a perda auditiva, eles acabam sendo rotulados como incapazes e vulneráveis, tanto pelos colegas de trabalho quanto pelos chefes.

Com isso, é preciso fazer um esforço maior para que as pessoas consigam enxergar além da sua deficiência e reconheçam, de fato, as suas qualificações e competências enquanto profissionais.

Uma outra questão também é que, com o preconceito, deficientes auditivos frequentemente são deixados de lado no dia a dia do trabalho, excluídos do convívio social ou até mesmo isolados das suas funções.

Falar sobre a deficiência

Principalmente no início do diagnóstico da perda auditiva, é comum que os pacientes tentem esconder ao máximo a sua condição. Isso, sem dúvidas, é uma consequência do preconceito que falamos no tópico anterior.

Para eles, é mais confortável manter a sua deficiência no sigilo e evitar ter que conversar sobre ela com os colegas ou chefes, além do medo de sofrer uma demissão injusta.

Falta de estrutura

Isso ainda é um fato. Muitas empresas não possuem a estrutura adequada para receber trabalhadores com necessidades especiais.

E isso tanto para estrutura física quanto com relação ao suporte necessário para viabilizar a contratação dessas pessoas.

Dificuldade de se inserir em um trabalho formal

Um outro ponto muito relevante é que, mesmo com leis específicas para a contratação e inclusão de pessoas com deficiência, boa parte deles ainda estão enquadrados em trabalhos informais e bicos.

Para se ter uma ideia, em torno de 80% dos profissionais com algum tipo de deficiência se submetem a contratos sem carteira assinada, segundo censo do IBGE.

Barreiras no crescimento profissional

Por conta da deficiência auditiva, muitos profissionais acabam ocupando cargos com funções limitadas e muito específicas, o que é totalmente injusto. Com isso, eles têm menos oportunidades de crescimento na empresa.

Na cabeça dos chefes e superiores, é como se os profissionais estivessem exercendo um trabalho mais fixo e por tempo indeterminado. Muitas vezes, o plano de carreira nem chega a ser considerado.

Como vencer essas dificuldades?

Antes de tudo, você deve ter ciência das legislações que garantem o seu direito de trabalhar e de ser incluído nesse espaço com respeito.

A principal delas é a Lei nº 8.213, artigo 93 que determina que qualquer empresa com mais de 100 funcionários deve cumprir a contratação obrigatória de certa porcentagem de profissionais com algum tipo de deficiência.

Conheça os principais direitos dos deficientes auditivos

Também é muito importante que você assuma o controle da sua carreira profissional e entenda que a sua deficiência não é um aspecto limitador. Para isso, esteja sempre atrás de novos cursos, em busca de melhorar o seu currículo e de comprovar, na prática, que você é capaz de realizar suas atividades com extrema qualidade.

Outro ponto extremamente importante é que você exponha aos seus colegas e gestores suas necessidades. Não tenha vergonha de solicitar a repetição de uma informação, ou de dizer que não escuta bem de determinado ouvido, por exemplo, dentre outras particularidades. Se possível, sugira alternativas para um dia a dia de trabalho mais produtivo para você.

E, claro, em caso de ser vítima de algum assédio moral por conta da sua deficiência auditiva, não se cale e denuncie!

Outra solução que pode contribuir bastante com a vivência profissional, é considerar o uso de aparelho auditivo. Ele diminui o esforço físico e mental no dia a dia do trabalho, possibilita qualidade auditiva e de interação com o mundo.

Para saber mais sobre o aparelho auditivo, leia também: Como funciona um aparelho auditivo?

Manual-Aparelho-Auditivo
[E-Book] Manual do Aparelho Auditivo

Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts