Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

Afinal, o que é Síndrome de Ménière? Entenda!

Síndrome de Ménière

Um distúrbio que é causado pelo aumento da quantidade de fluidos endolinfáticos do labirinto é a Síndrome de Ménière. É um problema que na maior parte dos casos afeta apenas um ouvido e é mais comum do que as pessoas imaginam.

Acontece principalmente entre adultos de 30 a 50 anos e é mais comum em mulheres.

Para tirar suas dúvidas sobre a doença e entender como ela acontece, o que causa e quais são os sintomas. Acompanhe o conteúdo.

Vamos lá?

Entenda a Síndrome de Ménière

Conhecida também pelo nome de hidropsia endolinfática, a doença foi identificada no início do século 19. É uma síndrome que possui uma principal característica: pressão alta no ouvido. É um problema que ocorre no labirinto e por ser parte fundamental para o equilíbrio do corpo quanto é afetado pode ocasionar diversos problemas.  

Quais são os sintomas e sinais da doença?

É possível identificar a doença de forma simples. Um dos sintomas primordiais é a sensação forte de tontura e durante a crise pode haver também a perda de equilíbrio.

As crises de vertigem podem ter uma duração de 20 minutos até 24 horas. Por conta da tontura, também é natural as náuseas e vômitos. Sendo assim, é fundamental relatar todas as mudanças para o médico a fim de facilitar o diagnóstico do problema. Além disso, outros sintomas comuns são:

  • Diminuição da audição;
  • Zumbido no ouvido;
  • Sensação de ouvido entupido;
  • Perda auditiva momentânea;
  • Plenitude auricular, que é a sensação de pressão no ouvido.

Entenda as causas

No período inicial, a doença pode ser confundida com outros problemas, incluindo problemas que não possuem relação com a audição. Conforme a doença progride é comum a diminuição da audição, o que facilita o reconhecimento.

As crises podem ser desencadeadas por diversos motivos distintos que incluem o estresse e algumas alterações hormonais.

Além do mais, entre as possíveis causas do problema estão:

  • Alergias;
  • Predisposição genética;
  • Traumatismo craniano;
  • Resposta imune do organismo.

Existem tratamentos para a Síndrome?

Muitos médicos e especialistas no problema falam que não há uma cura específica para a doença. Mas é possível diminuir e tratar os sintomas que atrapalham a vida de quem tem a síndrome.

Os tratamentos são importantes para diminuir a vertigem e minimizar também outros sintomas recorrentes. É importante ressaltar que os sintomas podem variar de pessoa para pessoa.

Para evitar a progressão da doença e dos sintomas, o tratamento muitas vezes envolve o uso de aparelhos auditivos a fim de proporcionar mais qualidade de vida.

Mudanças nos hábitos

Junto ao tratamento, a mudança de alguns hábitos podem facilitar o dia do portador, como:

  • Alimentação balanceada;
  • Prática de atividades físicas;
  • Diminuição no consumo de cafeína;
  • Praticar atividades de lazer e relaxamento.

É recomendado buscar um especialista para que ele informe de maneira exata o tratamento para os sintomas.

Existe diferença entre a Síndrome de Ménière e a labirintite?

As pessoas costumam confundir muito as doenças. Elas não são a mesma coisa, mas a Síndrome pode ser um dos sintomas da labirintite.

Por isso, a melhor maneira é buscar acompanhamento profissional e nunca tratar o problema por conta própria, já que pode ser só a Síndrome ou ela pode ser o sintoma de outro problema auditivo.

Se você deseja diminuir outras dúvidas sobre a Síndrome de Ménière ou sobre assuntos relacionados à saúde auditiva, converse conosco. Teremos prazer em te ajudar!

 

Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts