Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

Água no ouvido é ou não é um problema?

Água no ouvido é ou não é um problema?

Ter água no ouvido pode ser um problema considerado “pequeno” por algumas pessoas. Mas diferente do que a maior parte delas imagina, esse “simples” problema pode causar infecções e até mesmo a dor no ouvido.

Para entender mais sobre o assunto e saber o que pode ser feito no caso de água no ouvido, prossiga com a leitura do conteúdo.

Como acontece a água no ouvido?

Um simples banho de piscina ou mar pode acabar causando muita dor e incômodos. Isso pode acontecer devido ao problema da água no ouvido. Por ser um fato extremamente comum, é importante entender quais são os prejuízos de não removê-la corretamente.

É fundamental lembrar que cerca de 40% das pessoas com infecções auriculares desenvolveram o problema devido a água no ouvido.

O que pode causar?

A água pode causar infecções e problemas. Pode acontecer devido ao contato direto com o cloro presente em piscinas e também com as bactérias contidas no mar ou em açudes.

O problema pode ser ainda mais grave quando o ouvido está sem a proteção natural, que é a cera do ouvido, já que esse fator pode fazer com que os fungos se instalem nos ouvidos e isso pode aumentar o quadro de infecção.

Informação relevante: o tipo de água que mais prejudica o ouvido é a água doce, que existe principalmente em açudes e pequenos lagos, já que os banhos tendem a ser mais demorados e a área pode ser contaminada por bactérias mais facilmente.

E como remover corretamente a água do ouvido?

É possível sim remover a água no ouvido em casa, mas nunca inserindo hastes flexíveis ou objetos que podem perfurar o tímpano. Além do mais, se o incômodo persistir por horas é indispensável buscar um médico para ter um diagnóstico exato do problema.

A melhor maneira de retirar a água do ouvido é também a mais conhecida: virar a cabeça para o lado e agitá-la de forma sutil, nunca de forma brusca ou com pancadas na cabeça, já que isso pode fazer com que a água entre ainda mais no canal auditivo.

E como retirar água no ouvido de crianças?

Em crianças é importante ter paciência e identificar que o problema se trata de água no ouvido. Nos bebês a melhor forma é secar o ouvido com uma toalha, sem inserir a toalha muito a fundo. Se a criança chorar e mostrar que o incômodo persiste, busque um médico imediatamente.

De modo geral a água no ouvido não é um problema grave, mas é importante saber que pode causar outros danos e por isso o cuidado é essencial.  

O conteúdo cessou suas dúvidas sobre a água no ouvido? Deseja ver outros conteúdos informativos? Acesse nosso blog e confira nossas matérias! Conte com a AudioFisa!

Os tipos mais comuns de deficiência auditiva e como identificá-las

Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts