Aparelhos auditivos x Amplificadores de som: qual a diferença entre eles? - AudioFisa

Precisando de aparelhos auditivos?

Veja qual é o aparelho mais recomendado para você

Aparelhos auditivos x Amplificadores de som: qual a diferença entre eles?

Pessoas com deficiência auditiva têm a tecnologia como grande aliada! Hoje o mercado oferece diversas opções que permitem a milhares de pessoas interagirem com o mundo e se sentirem mais incluídas socialmente. E, nesse sentido, aparelhos auditivos e amplificadores são os recursos mais utilizados.

Mas nem sempre ouvir mais alto é sinônimo de ouvir melhor! E esta é a principal diferença entre os dois tipos de aparelho.

Enquanto as próteses auditivas beneficiam pessoas com perda auditiva por serem ajustadas de acordo com a necessidade de cada paciente, os amplificadores apenas elevam os sons, o que pode trazer mais prejuízos que benefícios. Afinal, além de não estarem tratando o problema, estão expondo sua audição a volumes inadequados e atrasando o diagnóstico correto da perda auditiva.

Para que você não se engane na hora de encontrar uma solução para sua dificuldade auditiva, nós trazemos neste artigo as principais diferenças entre esses dois tipos de aparelhos.

Siga a leitura!

Propostas e objetivos diferentes

A diferença entre aparelhos auditivos e amplificadores de som foi estabelecida em 2009, nos Estados Unidos, pelo FDA (Administração de Alimentos e Medicamentos), equivalente à Anvisa aqui no Brasil.

Na orientação apresentada pelo órgão norte-americano, os dois dispositivos são conceituados como:

  • Aparelho auditivo: dispositivo destinado a corrigir a deficiência auditiva.
  • Amplificador de som pessoal: equipamento eletrônico indicado para pessoas sem perda auditiva, que não reduz ou trata problemas auditivos e apenas amplifica sons no ambiente.

Apenas com as definições que vimos acima, já é possível percebermos que os dois dispositivos têm finalidades bem diferentes.

Vamos a elas!

Diferenças entre aparelho auditivo e amplificador de som

Conheça as principais diferenças entre aparelhos auditivos e amplificadores de som.

Regulamentação

Amplificadores não são regulamentados pelo Inmetro e pela Anvisa.

Já as próteses auditivas só podem ser comercializadas depois de passar por avaliações técnicas e de segurança nesses dois órgãos.

Ajuste

Enquanto aparelhos auditivos são ajustados pelo fonoaudiólogo, de acordo com o grau de perda auditiva e especificidades de cada paciente, como formato da orelha, cor da pele e estilo de vida, os amplificadores não oferecem a opção de programação personalizada.

Assim, o amplificador pode deixar o som baixo ou alto demais para seus ouvidos, pois não é possível medir o nível de amplificação ou a frequência alcançada pelo equipamento.

No caso de aparelhos auditivos, o fonoaudiólogo consegue fazer testes de desempenho e identificar se a frequência e o ganho total são os ideais para você.

Inclusive, estes ajustes no aparelho são essenciais para garantir a qualidade sonora.

Conforto

Para o desenvolvimento de uma prótese auditiva, são levados em conta fatores como ergonomia e características físicas individuais. Há um molde específico para que o aparelho se adapte confortavelmente à orelha do paciente.

No caso de amplificadores, não é possível interferir nesses aspectos, o que pode dificultar o encaixe e levar a dores e desconforto.

Tecnologia

Amplificadores fazem apenas o que seu nome sugere: amplificam os sons. Eles não contam com acessórios ou tecnologias que possam melhorar sua experiência.

Como recursos estudados e bem planejados, com foco na qualidade de vida do paciente, os aparelhos auditivos evoluem a cada dia. Atualmente, você pode optar por equipamentos com baterias de longa duração, recarregáveis e conectividade bluetooth, permitindo que você conecte seu aparelho com a TV ou o celular.

Riscos

Como amplificadores não filtram os sons que serão amplificados, podem inclusive agravar o quadro de perda auditiva.

Se o som está baixo demais para sua necessidade, não vai estimular o cérebro de forma adequada. Se está alto demais, pode danificar as células auditivas.

Por outro lado, os aparelhos auditivos são totalmente personalizados para sua necessidade, programados para que você tenha qualidade sonora e voltados a uma verdadeira reabilitação auditiva.

Foco na sua saúde auditiva

Como você viu neste artigo, aparelho auditivo e amplificador de som têm finalidades diferentes e, para que você tenha um ganho real de audição, é necessário escolher com cuidado o seu dispositivo que vai usar.

Para tratamento da perda auditiva, sem riscos de mascarar ou agravar o problema, é fundamental que você consulte um fonoaudiólogo e compre sua prótese conforme indicado por ele para suas necessidades específicas.

———————–

Caso você esteja percebendo dificuldade para ouvir, não adie sua consulta. O grau de perda auditiva pode aumentar sem tratamento, comprometendo sua qualidade de vida.

Na Audiofisa, você conta com profissionais qualificados à sua disposição e pode testar gratuitamente um de nossos aparelhos e decidir a qual deles se adapta melhor.

Solicite online sua avaliação gratuita!

Fonoaudióloga: Ariane Gonçalves

CRFa: 5-11150

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

Whatsapp
Telefone