Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

Como os aparelhos auditivos impactam na sua aparência?

Uma das principais preocupações após o diagnóstico de perda auditiva e da recomendação do uso de aparelho auditivo é o quanto ele vai impactar na aparência.

A boa notícia é que, hoje em dia, as desculpas de que os aparelhos auditivos são feios e desajeitados não cabem mais. Isso porque com o avanço de novas tecnologias, existem aparelhos para todos os gostos e que passam despercebidos, seja em homens, mulheres ou crianças.

Diante disso, pacientes que apresentam alguma deficiência auditiva não precisam mais se preocupar com a aparência.

O melhor é se informar devidamente sobre todos os aspectos positivos que envolvem a utilização de um aparelho auditivo e rejeitar a ideia de que será necessário escondê-lo ajeitando o cabelo ou virando a cabeça constantemente para tentar disfarçar.

Xô preconceito!

Pode parecer incrível mas muita gente acaba adiando o uso do aparelho e disfarçando seu problema somente pelo medo de modificar a sua imagem perante os outros.

Mas, afinal, por que será que algumas pessoas ainda têm vergonha de usar o aparelho auditivo, que nada mais é que uma prótese ou acessório que pode melhorar muito a qualidade de vida?

A resposta é simples: por preconceito! Antigamente, os aparelhos eram grandes, não se ajustavam bem aos ouvidos, faziam barulhos estranhos e a adaptação era complicada.   

Isso mudou muito. Hoje em dia, pode-se ter certeza de que todo paciente se beneficia com o uso de um aparelho auditivo. E a adaptação ocorre de forma tranquila e natural.

Todos podem e devem aproveitar todas as belezas dos sons, sejam das músicas, da natureza ou simplesmente daquela conversas com os outros. Ninguém mais precisa ter vergonha de usá-los.

Até porque, além de serem quase invisíveis, eles trazem diversos benefícios e provam que você cuida da sua saúde fazendo da tecnologia uma aliada.

Aparelho auditivo: como escolher?

Antes de mais nada, ao menor sinal de deficiência auditiva, é muito importante a consulta a um otorrinolaringologista, que é o médico indicado para diagnosticar e tratar as doenças dos ouvidos.

Se a indicação for o uso do aparelho auditivo, o melhor a fazer é comprar e começar a usá-lo imediatamente.

Atualmente o mercado oferece variados modelos. A escolha, é claro, vai  depender da anatomia do ouvido, do grau de perda auditiva e do poder aquisitivo do paciente.

Os aparelhos podem ser internos ou externos e todos são desenvolvidos para se encaixar discreta e perfeitamente aos ouvidos. Eles proporcionam ao usuário, além da discrição, uma excelente melhora da audição.

Assim como em relógios, celulares e outros aparelhos de comunicação, também os aparelhos auditivos são fabricados com tecnologia digital, que elimina os sons incômodos, ruídos de fundo e microfonia.

Sendo assim, você pode escolher entre diversas cores, tipos, modelos e marcas, optando por aquele que mais tenha seu toque pessoal e ofereça toda autoconfiança possível, aumentando assim sua qualidade de vida.  

Como é a adaptação?

Definido seu aparelho auditivo, você passará por um período de teste acompanhado por um fonoaudiólogo.

A partir daí preste atenção se está machucando ou causando algum incômodo. Não fique tentando ajustar o aparelho por conta própria. Esses ajustes devem ser feitos pelo fonoaudiólogo de acordo com as informações recebidas nas visitas periódicas.

Quanto mais precisas e completas forem essas informações, melhor serão os ajustes relacionados aos sons de trânsito, da natureza, etc… Vale lembrar que, inclusive, já existem até aparelhos que se adaptam a cada ambiente automaticamente. Tudo graças à tecnologia.

Seu médico recomendou o uso do aparelho auditivo? Então, faça um teste gratuito agora mesmo com a Audiofisa e repare como ele não atrapalha a sua aparência!

Leia também:

Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts