Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

Diabetes e perda auditiva: qual a relação?

diabetes-e-perda-auditiva

Você tem diabetes ou conhece alguém próximo que sofre com a doença? Anda com dificuldades para ouvir ultimamente? Então, atenção, pois a diabetes pode estar relacionada com a perda auditiva.

Neste artigo, você vai entender melhor essa relação e poder tirar suas dúvidas, além de saber como prevenir e tratar a perda auditiva. Confira!

Relação entre diabetes e perda de audição

Segundo pesquisas do mundo científico, pessoas com diabetes têm o dobro de chances de perderem a audição gradativamente ao longo dos anos.

Elas desenvolvem, principalmente, a perda auditiva moderada (quando já é impossível entender o que os outros falam em um tom de voz normal).

Os diferentes graus da perda auditiva e seus tratamentos

A questão vem sendo estudada no mundo inteiro (Japão, Canadá, Estados Unidos e diversos outros países) e o principal argumento que explica a relação é o fato de que a presença de altos níveis de açúcar no sangue pode afetar os vasos sanguíneos da região do ouvido, danificando a audição.

Isso acontece porque o excesso de açúcar no organismo, consequência de uma diabetes não tratada, acaba bloqueando a passagem do sangue nos vasos sanguíneos, fazendo com que áreas como o ouvido não recebam a irrigação adequada.

Com isso, a pressão dentro do ouvido aumenta e, assim, a audição pode ficar prejudicada.

Um detalhe: as pesquisas ainda não conseguiram comprovar que a diabetes é uma causa direta da perda auditiva.

Mas, de qualquer forma, fica o alerta, ok? As duas coisas podem, sim, estar relacionadas.

Causas da perda auditiva

A diabetes é um dos fatores que pode favorecer o surgimento da perda auditiva. Além dela, outras questões já são comprovadamente causas do problema. São elas:

  • Envelhecimento, pois naturalmente perdemos a qualidade de audição com o passar dos anos (acesse o checklist para envelhecer bem aqui);
  • Exposição constante a barulhos e sons altos, como no fone de ouvido, já que danificam células do ouvido;
  • Doenças como meningite, sarampo, escarlatina e caxumba;
  • Infecções ou lesões no ouvido;
  • Uso de medicamentos ototóxicos.

Saiba mais em:

O que causa a perda auditiva?

Como prevenir e tratar a perda auditiva?

Para pessoas com diabetes, a melhor forma de prevenir a perda auditiva é controlando bem as taxas de glicemia no sangue. Discuta essa questão com um endocrinologista.

Uma boa dieta*, equilibrada e sem açúcar, em conjunto com atividades físicas regulares, é uma ótima recomendação.

*Atenção também para os carboidratos, pois eles são transformados

em glicose pelo organismo depois de ingeridos.

Também é interessante que pessoas diabéticas façam exames para avaliar a capacidade auditiva com mais frequência, com o auxílio de um otorrinolaringologista.

Assim, vai ser possível saber se você está ou não perdendo a sua audição com o passar dos anos, ok?

Saiba mais sobre a Audiometria, principal exame de diagnóstico da perda auditiva:

Afinal, o que é exame de audiometria e o que ele detecta?

Agora, se você tem diabetes e está com dificuldades para ouvir, ou conhece alguém que está nessa situação, procure um otorrinolaringologista o mais rápido possível.

Somente ele poderá avaliar a sua audição e, se diagnosticada a perda auditiva, o médico recomendará a melhor forma de tratamento para o seu caso.

Fale diretamente com a Audiofisa e tire suas dúvidas

Em geral, o aparelho auditivo é a solução mais eficaz para o tratamento da perda de audição.

O dispositivo consegue trazer de volta a capacidade de ouvir e qualidade de vida do paciente, com conforto no dia a dia e melhorando significamente o seu convívio social, tanto em casa quanto no trabalho.

Leia também: 5 benefícios do aparelho auditivo para o seu dia a dia! e Como saber se está perdendo a Audição

Os-tipos-mais-comuns-de-deficiência-auditiva-e-como-identificá-las
Os tipos mais comuns de deficiência auditiva e como identificá-las

Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts