Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

Perda auditiva: 5 formas de prevenção

Homem com perda auditiva

Muitas vezes não damos a devida atenção à audição, priorizando apenas os cuidados com os outros sentidos. No entanto, diversos hábitos ruins podem refletir na perda auditiva, o que causará grandes impactos na vida de uma pessoa.

Então, quais são os cuidados essenciais que devemos tomar para preservar a capacidade auditiva? Neste artigo, exemplificaremos cinco práticas que devem ser evitadas ou, inseridas no seu cotidiano. Confira!

  • Não use hastes flexíveis nos ouvidos

Apesar de ser comumente utilizada para essa finalidade, a haste flexível não deve ser utilizada para a limpeza do ouvido. Isso acontece porque esse tipo de higienização pode causar lesões, por meio de cortes e perfurações no tímpanos.

Além do mais, a cera é extremamente necessária para a proteção dos ouvidos, sendo responsável por não permitir a entrada de sujeiras. Quando está em excesso, o nosso próprio corpo se ocupa de expulsá-la naturalmente.

Saiba mais:

6 cuidados na limpeza dos ouvidos

  • Não insira objetos no ouvido

Seguindo a mesma lógica do tópico anterior, é necessário sinalizar que a inserção de qualquer objeto no ouvido pode gerar lesões nos tímpanos. Então, cuidado! Se por acaso sentir aquela coceirinha, nem pense em inserir objetos estranhos nos seus ouvidos.

  • Evite se aproximar de caixas de som

De acordo com especialistas, barulhos constantes acima de 85 decibéis (medida para sons) podem prejudicar a audição. Entretanto, uma caixa de som de show de rock muito próxima do ouvido, por exemplo, pode atingir cerca de 110 decibéis. 

Por isso, mesmo quando a pessoa não está tão próxima da caixa, é recomendado que, pelo menos a cada hora, dê uma pausa e vá para um lugar menos barulhento. Isso evita que a sua audição saia definitivamente prejudicada.

  • Use fones de ouvido moderadamente

É de conhecimento geral que, hoje em dia, várias pessoas utilizam fones de ouvido constantemente. Seja indo para o trabalho, fazendo uma caminhada ou, até mesmo, em casa relaxando. Os fones de ouvido estão, mais do que nunca, presentes na rotina das pessoas. Entretanto, é importante destacar que o uso exagerado dos aparelhos podem acarretar em grandes problemas auditivos. 

Para o uso correto, é recomendado não usar os fones por mais de 60 minutos diários (mesmo que intercalados). Além disso, é importante deixar o volume abaixo dos 60% da capacidade do aparelho onde eles estão conectados. 

  • Use protetores auriculares

Em ambientes excessivamente barulhentos, seja em casa ou no trabalho, é importante tomar cuidados. 

Quando ruídos altos repetitivos te incomodarem, procure por protetores, mesmo que discretos. Eles podem auxiliar, inclusive, na concentração, por impedirem parte da distração que os ruídos podem causar.

  • Cuidado com infecções

O tratamento inadequado de infecções, como a otite, pode levar à perda auditiva permanente. Então, respeite o tratamento recomendado pelo médico. Não use medicamentos além dos recomendados pelo profissional.

Coceira no ouvido: o que pode ser? 

  • Tratamento de diabetes

Os diabéticos têm que tomar cuidado redobrado quando se trata da perda auditiva. Isso porque, com o excesso de açúcar no organismo, a passagem do sangue nos vasos sanguíneos pode ficar bloqueada, fazendo com que o ouvido receba uma irrigação inadequada.

Entenda melhor no artigo:

Diabetes e perda auditiva: qual a relação?

Portanto, para preservar a saúde auditiva, é necessário, além do tratamento de diabetes, preservar bons hábitos em relação à audição, e incluir exames auditivos em seu check-up anual.  

  • Evite medicamentos ototóxicos

Sempre que possível, evite medicamentos ototóxicos — aqueles que causam danos ao sistema coclear. Em alguns casos, esses medicamentos podem causar problema auditivos temporários; em outros, podem prejudicar a audição definitivamente. 

Diversos remédios são considerados ototóxicos. Anti-inflamatórios, diuréticos de alça e alguns tipos de antibióticos são uns deles.

  • Não fume

É isso mesmo. Fumar, além de todos os outros malefícios, também pode causar perda auditiva. Isso acontece por causa das substâncias do cigarro, que são nocivas à audição humana.

Quer saber mais sobre isso? Acesse:

Existe relação entre a perda auditiva e o cigarro?

  • Inclua exames auditivos em seu check-up

A saúde auditiva é tão importante quanto o resto do seu corpo. Por isso, ao realizar seu check-up anual, inclua exames para examiná-la também. Agindo preventivamente, o tratamento de qualquer alteração será mais efetivo e poderá contornar, inclusive, o desenvolvimento de uma perda auditiva.

————————————————————-

Quando esses cuidados são levados a sério, as chances de você conseguir preservar a sua capacidade auditiva ao longo do tempo são muito maiores. Por isso, dê a devida atenção à sua saúde auditiva. 

Em caso de infecções ou mínimos sinais de perda auditiva, procure o médico otorrinolaringologista. Adiar o tratamento pode trazer malefícios à saúde. 

Leia mais: 

 

 

Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts