Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

Perda auditiva: conheça as principais causas

Perda auditiva em mulher jovem

É comum que a perda auditiva seja associada diretamente à idade. No entanto, existem diversos fatores que podem ser responsáveis por ocasioná-la. 

Uma prova disso é uma pesquisa feita pelo IBGE que aponta que 5,1% — o equivalente a aproximadamente 10 milhões da população brasileira — possui algum grau de perda, incluindo cerca de 1 milhão de jovens de até 19 anos.

Perda auditiva em jovens: consequências da falta de tratamento

Observando os dados apresentados, é possível quebrar totalmente a ideia de que apenas pessoas idosas devem se preocupar com a perda auditiva. Por isso, preparamos este artigo para explicar as principais causas e os cuidados que devem ser tomados para prevenir a perda auditiva.

Principais causas da perda auditiva

Infecções

Muitas infecções podem causar perda auditiva, sendo, na maioria das vezes, um evento temporário. 

No entanto, um estudo feito pela NewCastle University apontou que as infecções na infância desenvolvem uma maior probabilidade de perda auditiva no futuro, sendo indispensável um acompanhamento com o otorrinolaringologista mais frequente.

Perfuração de tímpano

A perfuração no tímpano pode causar diversos problemas no ouvido. Um deles, portanto, é a perda auditiva. E perfurar o tímpano não é tão difícil quanto parece: por isso que especialistas não recomendam o uso de hastes flexíveis, popularmente conhecidos como cotonetes. 

Leia também:

Por que não usar hastes flexíveis para limpar os ouvidos?

Uso exacerbado de fones de ouvido

Que a tecnologia está inserida no dia a dia das pessoas já não é novidade para ninguém. No entanto, o uso exacerbado delas pode causar danos à saúde. Um exemplo deles é a perda auditiva. Ao utilizar fones de ouvido durante muito tempo e com o som alto, a sua capacidade auditiva vai sendo reduzida, mesmo que gradativamente. 

Especialistas recomendam que o volume máximo deve corresponder à 40% da capacidade do dispositivo. Além disso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que fones de ouvido devem ser usados por, no máximo, uma hora por dia.

Barulho intenso em ambientes comuns (como no ambiente de trabalho, casa e escola) 

Os barulhos intensos também são uma causa recorrente de perda auditiva. Isso ocorre porque a nossa audição aguenta uma intensidade de som limitada. Por exemplo, um barulho correspondente a 85 decibéis pode ser escutado por 8 horas sem que ocasione uma perda auditiva. No entanto, quando a intensidade do som é maior, o ouvido aguenta menos tempo.

Diabetes e Pressão alta

Ambas as doenças aumentam a probabilidade da perda auditiva consideravelmente. Para quem sofre de diabetes ou de pressão alta, portanto, deve ficar ainda mais atento à audição, fazendo os exames na frequência correta e cuidando das doenças para que hajam menos sintomas.

Morte de células auditivas

É normal que ao passar dos anos algumas células auditivas faleçam e, consequentemente gerem a perda auditiva. Essa é a causa mais comum de perda auditiva ocasionada pela idade. 

Sintomas de perda auditiva

Assim como outros sintomas, os de perda auditiva devem ser bem observados e, principalmente, tratados. Afinal, a saúde, seja ela de onde for, não deve ser deixada para depois. Portanto, ao notar qualquer sintoma mencionado abaixo, consulte-se com um otorrinolaringologista rapidamente.

Alguns sintomas podem ser comuns entre as pessoas, mesmo que por causas e em situações distintas. Como:

Zumbido no ouvido

O zumbido é um sintoma muito comum de perda auditiva, que, geralmente, não passa despercebido. Aquele barulhinho semelhante a um apito, ouvido de forma constante ou intermitente e sem qualquer fonte geradora do som, deve ser investigado por um médico. 

Zumbido no ouvido tem cura?

Ouvir e não entender

Já teve a sensação de ouvir alguém falando, mas mesmo assim não entender o que foi dito? Pois é, isso pode até ser normal ocasionalmente, como em uma conversa em um lugar muito barulhento. No entanto, quando começa a acontecer com frequência não deve ser um sintoma ignorado. 

Além disso, a dificuldade para ouvir a televisão e outros dispositivos eletrônicos e campainhas, também pode ser um indicativo de perda auditiva.

Falar em tom muito alto

Muitas vezes é um sintoma que também passa despercebido. No entanto, falar “gritando” pode ser um sinal de que a sua audição não está boa. 

——————————————————-

Caso algum desses sintomas seja identificado, procure um médico. Nem sempre a presença deles indica necessariamente a perda auditiva, no entanto, é preciso tratá-los para preservar a saúde auditiva independentemente disso. 

4 razões para não adiar o tratamento de perda auditiva

Você sabe qual é a relação entre a otosclerose e a perda auditiva?

Leia mais aqui!

Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts