Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

Por que não usar hastes flexíveis para limpar os ouvidos?

Porque não usar hastes flexíveis para limpar os ouvidos?

Segundo a Academia Americana de Otorrinolaringologia, em uma recomendação publicada na revista científica Otolaryngology-Head na Neck Surgery, o uso constante das hastes flexíveis com ponta de algodão faz mal de uma maneira enorme para o organismo e, claro, para os ouvidos.

Para entender melhor todos os malefícios desta prática e o que pode substituir o uso, prossiga com a leitura do conteúdo!

O que é a cera do ouvido?

Antes de tudo, é fundamental entender a importância da cera do ouvido.
Essa substância que é tida como desagradável para algumas pessoas, é extremamente importante para a saúde auditiva.

A finalidade da cera de ouvido é manter o canal auditivo limpo.
Também conhecida por cerume ou cerúmen, ela é produzida pelas glândulas sebáceas do canal auditivo da orelha externa.

São produzidas com o intuito de proteger, evitando assim que entre poeiras e certos tipos de microorganismos que podem causar doenças, infecções e incômodos.

Usar hastes flexíveis para limpar ou não?

Depois de entender a importância da cera para o ouvido é mais fácil saber porque não usar as hastes flexíveis para limpar o canal.

Também conhecidas por cotonete – nome popular usado devido a uma marca comum, a função delas é remover a cera do ouvido e não somente os excessos.

Além disso, elas tendem a ter um efeito inverso do desejado. O próprio organismo costuma encarregar de eliminar o excesso de cerume, jogando-o para fora do canal auditivo. O uso da haste acaba empurrando novamente para o ouvido aquela cera que o próprio corpo já havia eliminado, ocasionando até possíveis problemas auditivos.

Além do mais, esse excesso que volta para o canal auditivo com o uso da haste pode levar bactérias, vírus e até fungos para dentro do ouvido, bloqueando o canal auditivo e levando até, em casos mais graves, a perda da audição por perfuração da membrana do tímpano.

Como deve ser feita a limpeza dos ouvidos?

A limpeza deve ser realizada com cuidado e com o intuito de retirar somente o excesso e não a cera do ouvido por completo.

Pode ser feita com uma toalha ou lencinho, apenas no orifício externo do canal auditivo.

Para garantir que a limpeza seja feita somente até onde é “permitido”, limpe somente até onde o dedo alcança. Desta forma, a cera não é empurrada na direção dos tímpanos e evita possíveis problemas.

Informações relevantes

Tanto a falta quando o excesso de cera são prejudiciais para a saúde auditiva, uma vez que ambos podem causar problemas como é a otite externa.

Em alguns casos, o excesso de cera no ouvido pode ocasionar desconfortos. Quando isso acontece, é importante buscar um especialista e realizar uma lavagem no ouvido.

Esse excesso normalmente é assintomático, mas quando é muito grande, pode bloquear o canal auditivo, causando uma perda de audição temporária.

Outros sintomas que são ligados ao excesso de cera são:

Vale ressaltar que a lavagem deve ser feita por profissionais e nunca em casa.

Agora que você já sabe que não deve usar as hastes flexíveis para limpar os ouvidos, compartilhe o conteúdo com seus amigos nas redes sociais e auxilie quem também não sabe os malefícios de manter esta rotina. E se precisar de ajuda, conte com a AudioFisa!

 

Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts