Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

Conheça os principais tipos de perda auditiva

Homens pensando nos tipos de perda auditiva

A perda auditiva atinge milhões de brasileiros de todas as idades e por diferentes motivos. 

Mas, afinal, quais são os tipos de perda auditiva? Quais são as principais causas para cada um deles? Continue a leitura deste artigo e confira.

Tipos de perda auditiva

Existem três principais tipos de perda auditiva que são causados por diferentes fatores. Acompanhe a seguir.

Perda auditiva neurossensorial

A perda auditiva neurossensorial é a mais comum, e normalmente é causada pelo dano de células sensoriais, um processo que acontece naturalmente ao longo da vida. Neste caso, portanto, o corpo não consegue enviar as informações captadas pela audição até o cérebro. Apesar disso, ainda é possível realizar o tratamento por meio de aparelhos auditivos ou por implantes cocleares, que tem o objetivo de facilitar o processo.

Este tipo de perda auditiva apresenta alguns sinais aos pacientes, como a dificuldade para compreender os sons, seja durante uma conversa ou um programa de televisão, por exemplo, e dificuldade também durante a fala. Vale lembrar, portanto, que o tratamento de perda auditiva iniciado precocemente pode apresentar melhores resultados. 

Algumas das causas para o desenvolvimento da perda auditiva neurossensorial são:

  • Idade;
  • Infecções que não foram tratadas da maneira correta;
  • Exposição excessiva a ruídos constantemente altos.

Como tratar?

O tratamento ideal só deve ser indicado após o diagnóstico médico. No entanto, normalmente são recomendados ou aparelhos auditivos, ou implantes cocleares, a depender do grau.

É reversível?

Não. Mas, com o devido tratamento — com o uso de aparelhos auditivos, por exemplo —, o paciente recupere sua qualidade auditiva e sua comunicação com o mundo.

Perda auditiva mista

Este tipo é normalmente desenvolvido por causa de inflamações e malformações do ouvido, pelo uso inadequado de remédios ou por efeito de algumas doenças. A perda auditiva mista, portanto, leva esse nome por ser uma junção das outras duas causas listadas ao longo deste artigo.

Como tratar?

Apesar de precisar de um diagnóstico médico, a perda auditiva mista normalmente é tratada com o auxílio de aparelhos auditivos ou cirurgia.

É reversível?

Não. Mas o tratamento adequado melhorará a capacidade auditiva do paciente para as suas atividades do dia a dia.

Perda auditiva condutiva

É causada por algum tipo de interrupção na comunicação externa e interna do ouvido, de maneira com que o som não consegue ser captado pelo paciente. Acontece devido a um funcionamento ruim de um mecanismo do sistema nervoso central, que pode ser causado por razões como infecções e tímpano perfurado.

Os principais sintomas da perda auditiva condutiva são: dor no ouvido, zumbido e sensação de diminuição constante do volume auditivo. 

Como tratar?

Para realizar o tratamento correto da perda auditiva condutiva é necessário entender as causas. No entanto, normalmente é recomendado o uso de aparelhos auditivos, já em casos mais específicos às vezes são necessárias cirurgias.

É reversível?

Não. Mas seguindo com o tratamento adequado, a qualidade de vida do paciente é preservada.

A perda auditiva, como apontado anteriormente, pode se desenvolver por diversos motivos e em diferentes momentos da vida. Além disso, com o passar do tempo sem o tratamento correto, a perda auditiva pode ficar cada vez mais severa. Dessa forma, é importante se atentar ao tratamento precoce, a fim de alcançar resultados mais rápidos e efetivos ao longo do tratamento. 

Aqui na Audiofisa, nós oferecemos um teste grátis de 7 dias do aparelho auditivo para todos os pacientes. Ao longo desse período, portanto, o paciente pode se adaptar e testar o aparelho em situações do seu próprio dia a dia. Agende já o seu teste grátis e encontre o aparelho ideal para você.

Leia mais: 

Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts