Fale conosco

(61) 3702-6602/3039- 6602

Ponto de atendimento

Agenda sua avaliação grátis

Veja as novidades

Acesse nosso blog

Qual a importância da fonoaudiologia e como ela pode ajudar pessoa

Qual a importância da fonoaudiologia? Como pode auxiliar pessoas com perda auditiva?

A fonoaudiologia é uma área da ciência que estuda métodos de prevenção e terapias relacionados a problemas de comunicação oral e escrita, voz, audição e psicomotricidade. Mas você sabe qual a importância da fonoaudiologia para auxiliar pessoas com perda auditiva? Neste artigo, vamos esclarecer sobre isso. Acompanhe!

A tecnologia tem nos proporcionado um sem-número de facilidades, prazeres e benefícios. Por outro lado, são muitos os atrativos sensoriais da vida moderna e, entre eles, sem dúvida, temos que destacar a forma como é tratada a audição.

Na medida em que os aparelhos e máquinas se tornam cada vez mais potentes, eles fazem, também, com que a gente não perceba o alto volume a que estamos expondo nossos ouvidos.

Perdemos a noção do volume e, às vezes, a capacidade de percepção da perda auditiva que ele pode acarretar, nos causando inúmeros problemas. Aí é o momento de consultar um médico otorrinolaringologista, que por meio de modernos exames específicos, é capaz de diagnosticar o grau da perda e a necessidade ou não do uso de aparelhos auditivos.

Importância da fonoaudiologia

No caso de perda auditiva, seja ela ocasionada pela idade, o que é comum, ou hereditariedade, ou então como exemplificado acima pela lesão causada por exagero de decibéis, a vida do paciente pode ter uma série de transtornos. Por exemplo, insegurança, medo, isolamento e incapacidade de interação.

Diante disso, a pessoa começa a duvidar de suas próprias habilidades, tanto profissionais, quanto pessoais, podendo desenvolver até mesmo uma depressão.   

Importante lembrar que a profissão de fonoaudiólogo, ao contrário do que muitas imaginam, exige formação superior e graduação plena. Trata-se de um terapeuta completo, especializado em psicopedagogia, dinâmicas e estratégias específicas para o melhor tratamento do paciente.

A reabilitação auditiva visa o desenvolvimento das habilidades de audição, tanto de nascença, como as perdidas em algum momento pelo paciente. Essa reabilitação é desenvolvida por meio de treinos de detecção, discriminação, reconhecimento e compreensão de estímulos sonoros, com o auxílio ou não de aparelhos que possam amplificar os sons.

LEIA TAMBÉM:
Diferentes graus de perda auditiva e seus tratamentos
Infecções no ouvido: tire suas dúvidas  

Perda auditiva: População é bastante impactada

Para termos uma melhor ideia desse grande problema que é a perda auditiva, dados estatísticos mostram que aproximadamente 9% da população apresenta esta deficiência. Em cada 100 mil pessoas, 1200 apresentam distúrbios neurológicos. E de 8 a 10% das crianças em idade pré-escolar apresentam distúrbios de desenvolvimento de fala e linguagem.

Em uma cidade como São Paulo, estima-se que mais de 100 mil habitantes apresentem alguma deficiência de aprendizagem. O número de idosos também cresce a cada ano, contando no país com algo em torno de 15 milhões de pessoas com 60 anos ou mais, e juntamente aumentando os números  de casos de presbiacusia (perda auditiva na terceira idade), dificuldade de deglutição, AVC, labirintite, etc.

Esses números mostram a extrema necessidade da fonoaudiologia, que é a especialidade que ajuda muito na recuperação desses pacientes. Ainda poderíamos citar vários outros distúrbios como gagueira, ou bebês nascidos prematuramente apresentando alto risco de surdez. Todos eles tratados por um fonoaudiólogo.

Aparelho auditivo promove qualidade de vida

Como uma das mais usadas soluções para a perda auditiva está o uso de aparelhos auditivos. Mas não basta ao profissional escolher esse aparelho e pronto. Aí entram as estratégias que ajudam o paciente a melhorar o seu desempenho na comunicação. Fazê-lo aceitar e se adaptar a esta nova condição de uma forma mais agradável também é atribuição do fonoaudiólogo.

Por isso deve-se escolher muito bem o fonoaudiólogo, para que a confiança do paciente, bem como a de seus familiares, possam obter o máximo resultado.

Quanto melhor a adaptação do aparelho auditivo, melhor será o resultado. Com o avanço de novas tecnologias existem no mercado inúmeros tipos, modelos e marcas de aparelhos auditivos. Mas este é um assunto para o nosso próximo artigo!

Conheça mais sobre o assunto, visitando o site da Audiofisa. E compartilhe este texto nas suas redes sociais e continue acessando o nosso blog para ler outros conteúdos relevantes! Até o próximo conteúdo. 

Compartilhe

FAÇA UM TESTE GRÁTIS

    Mais posts