Precisando de aparelhos auditivos?

Veja qual é o aparelho mais recomendado para você

Labirintite: o que é, como acontece e quais são as causas

É um problema muito comum e que pode ocasionar diversas consequências ao portador. Muitas pessoas não conhecem bem a labirintite e nem entendem a sua relação com os ouvidos.

Para tirar as suas dúvidas sobre o assunto e explicar um pouco mais sobre o tema, prossiga com a leitura do nosso conteúdo de hoje.
Vamos nessa?

O que é a labirintite?

Antes de tudo é fundamental cessar completamente as dúvidas sobre o que é a labirintite.

O termo labirintite é impróprio e usado de forma comum para denominar um problema que pode comprometer o equilíbrio e também a audição. Esta doença também é conhecida por otite interna.

O problema atinge as principais funções do labirinto bem como suas estruturas, que são responsáveis pela boa audição (cóclea) e também pelo bom equilíbrio do corpo (vestíbulo).

Quais são os principais sintomas?

O sintoma mais comum da labirintite é a tontura, mas existem outros sintomas que podem caracterizar a doença, como:

  • Zumbidos no ouvido;
  • Náuseas (e vômitos em algumas circunstâncias);
  • Sudorese;
  • Perda momentânea da audição – pode variar de leva a aguda;
  • Alterações gastrointestinais.

É fundamental relembrar que assim como outros problemas de saúde e também nos ouvidos, só um especialista pode diagnosticar a questão. Por isso, ao notar um ou mais sintomas, busque imediatamente o médico.

E quais são as causas do problema?

As causas da labirintite não são totalmente claras, mas sabe-se que infecções – e também inflamações – podem ser as principais causas do problema. Além disso, também pode ter relação com:

  • Excesso de cigarro e uso de bebidas alcóolicas;
  • Crises alérgicas agudas;
  • Doenças como colesterol alto, diabetes e pressão alta;
  • Estresse excessivo e ansiedade.

Afinal, como acontece a labirintite?

Até aqui você já entendeu o que é e as possíveis causas, agora é importante entender como o problema acontece.

O problema acontece da seguinte forma: as áreas do ouvido interno ficam irritadas e inflamadas, fazendo com que o vestíbulo envie sinais distintos ao cérebro – como se o corpo estivesse em movimento normal.

No entanto, sentidos como a visão, por exemplo, não detectam o movimento e causam uma desordem entre os sinais obtidos pelo cérebro, causando assim a labirintite e os sintomas citados acima.

Informações relevantes

  • A doença pode ter alguns fatores de risco, como: tabagismo, otite e má alimentação. Por isso, se notar algum incômodo informe imediatamente o médico para descobrir se o problema é labirintite ou não;
  • Além da labirintite citada, existe a labirintite emocional que acontece, como o próprio nome diz, por fatores emocionais. Neste caso, além do auxílio médico, é essencial buscar por psicólogos e terapeutas.

Se você deseja entender um pouco mais sobre o assunto, basta baixar o nosso e-book com um conteúdo completo e informativo sobre a Labirintite. Se restarem dúvidas, converse com os nossos especialistas. Conte com a Audiofisa. Até o próximo conteúdo.

Fonoaudióloga: Ariane Gonçalves

CRFa: 5-11150

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?